terça-feira, 20 de abril de 2010

A Fada da Primavera

Neste conturbado Planeta Azul, muitas vezes as fantasias se transformam em realidade e maravilhosas surpresas acontecem. Tive a oportunidade de conhecer uma fada que me ensinou muitas coisas sobre a vida. Tudo aconteceu como um gesto de mágica, rapidamente! E quando eu menos esperava, ela foi embora...


Uma das coisas que aprendi neste breve contato, foi “exorcizar meus demônios”, mandar embora qualquer sentimento ruim que aparece. Essa magia acontece graças ao “instrumento de poder” que ganhei da própria Fada: uma flauta.

Todas as vezes que me sinto angustiado, entediado, cansado ou nervoso, eu pego o "instrumento de poder", abro a janela e fico olhando as arvores de um lindo bosque. Com a flauta em minhas mãos assopro algumas notas, mudo meu ritmo de respiração, oxigeno melhor meu  cérebro e me harmonizo com o som. Toda a negatividade se dissipa e, em poucos minutos, o meu estado de espírito se transforma da água para o vinho. Os “demônios” desaparecem e volto ao meu equilíbrio, a vida fica novamente serena.

Porém, há um único sentimento que a flauta mágica não consegue dissipar: a saudade. Saudade de uma Fada que foi e nunca mais voltou...

3 comentários:

artculando disse...

Fadas existem se acreditarmos nelas ...

Dah uma passada no meu blog!
http://artculando.wordpress.com
=)

Persona Rocha disse...

Há ainda muitos mistérios para desvelar.

Spooky disse...

Quem nunca sentiu um sentimento ruim...

Eu ainda estou aprendendo a lidar com os meus demônios, mas é parte do aprendizado, parte da vida, também se a vida fosse apenas coisas boas seria um tédio.