sexta-feira, 3 de julho de 2009

Quatro Magos Negros

Acordei com os rugidos dos leões que moram enclausurados ao lado da minha casa. Sempre que eles rugem por volta das cinco horas da manhã eu acordo. Os rugidos são tristes, como se fossem lamentações... É incrível como o ser humano é bizarro! Capturar um animal que vive em outro continente e colocar em uma jaula com 20 m²!? É muito egoísmo! Talvez seja uma questão de poder, pra se sentir “o dono,” “o maioral”... Sei lá! O pior ainda é como algumas pessoas se comportam na frente das jaulas... Aí eu fico triste, pois eu sinto como ainda existe ignorância. O ser humano é muito xucro, ainda temos muito que aprender.

Já que eu acordei, fiz um café e resolvi postar o que me ocorreu em uma madrugada da semana passada...
Vi-me em um lugar bege. Não havia nada, apenas esta cor me rodeava. Enquanto eu procurava por algo, fui surpreendido por quatro magos negros vestidos de vermelho.
Rodeado por eles, cada um colocou seu cajado na altura do meu abdômen e o que eu acredito ser o líder, começou a me questionar com tom de ironia:

- Você está tentando manipular energia? Trabalhar com os oráculos? Se envolver com forças, magias? Então veja o que acha disto!

Imediatamente senti uma espécie de vibração muito forte, como se muitas moléculas estivesses se movimentando a bilhões por hora dentro de mim. Começou pelo meu Chakra da Base e foi contagiando todos os outros até chegar ao Chakra da Coroa. Em poucos instantes meu corpo estava aprisionado em um campo de força. Desesperei-me e comecei a pedir ajuda ao Meu Mestre, que me libertou desta situação.

Na realidade, os magos negros estavam me oferecendo poderes caso eu decidisse trabalhar com eles. A idéia foi mostrar que podemos adquirir fortes poderes independente da conduta moral, e é justamente aí que entra a diferença entre conhecimento e sabedoria. Podemos ter conhecimento, mas somente o sábio é capaz de usar conhecimento com sabedoria. O sábio trabalha o seu conhecimento com amor.

Apesar de eu não ter entendido no momento a realidade por qual eu estava passando, durante o dia que se seguiu Meu Mestre me explicou o fato ocorrido. Os magos negros estavam tentando me convencer de que eu poderia me juntar a eles e até mesmo me tornar tão forte quanto eles, porém o meu medo me salvou! Tinha mesmo percebido que a força que me rodeava não era sublime, tanto é que fiquei assustado.

De agora em diante ficarei mais experto com minhas aventuras fora do corpo, pois já tenho certeza que em muitos momentos eu serei testado.
Poder e egoísmo não combinam.

O caminho do peregrino é cheio de ciladas!

Luz na mente, paz no coração e energias positivas sempre!

6 comentários:

Mago Däm Pivato disse...

Parabéns... Muito bons os textos de seu blog. Espero poder contar com sua sabedoria em nosso site, o Sabedoria Mística.
Um fraterno abraço

Persona Rocha .:. disse...

Muito obrigado, Mago Pivato!
Com calma irei conhecendo melhor o site Sabedoria Mística e caso seja possível, até mesmo participar...
Luz na mente, paz no coração e energias positivas!
Abraço Fraterno..............

cassinha disse...

Persona, quando li seu texto me deu uma vontade de sentar perto de você e conversar... conversar... conversar...

Persona Rocha .:. disse...

Cassinha,
Que bom que você gostou! Muito obrigado!
Grande abraço...............

Thor disse...

Eu defendo os seguidores da mão esquerda,eles existem para contribuir com o equilibrio e balanço do universo.Eu acho justo que,assim como a luz tenha a chane de trazer sua mensagem,as trevas tambem tenham oportunidade semelhante de trazerem sua mensagem,deixando a cargo do receptor desssas mensagens a qual lado aderir e como ele passara a usar suas capacidades.

Persona Rocha .:. disse...

Thor,

Eu não defendo os seguidores da mão esquerda, mas os respeito. Tudo está em cima, como também em baixo. Defendo a idéia do livre arbítrio e o equilíbrio entre as forças positivas e negativas. Ambas as energias nos ensinam coisas por vias opostas e o todo é formado pelos opostos.

Abraços Fraternos!