segunda-feira, 20 de agosto de 2007

A Boa

Conforme havia prometido, hoje eu contarei “A Boa”. Trata-se do modo de como lidar com o Vale da Morte, e até mesmo, encontrar a saída.

O ponto de vista é simples, apesar de não ser nada concreto ou palpável. Para entender, será necessário deixar a imaginação fluir e não questionar, pois trata-se de uma Lei Universal, e como todos já devem saber, nem sempre a Providência Divina nos fornece explicações. Há coisas, que com apenas os 5 sentidos terráqueos, não temos condições de compreender.

Como já disse anteriormente, durante a Idade Média, muitas sabedorias ficaram guardadas em locais secretos, simplesmente por pura proteção, na tentativa de não deixar que o Mal criasse forças necessárias para abalar o Bem. Foi justamente por esta precaução que hoje a humanidade tem a possibilidade de receber informações abertamente, onde cada indivíduo tem a opção de escolher o seu destino, ficando livre das massas que são guiadas por cegos.

Tanto no pensamento antigo ocidental como no oriental, já comentavam que universalmente, tudo o que existe de forma macro, existe também em um contexto micro. Como exemplo, podemos analisar a semelhança entre o sistema solar e um átomo: Ambos possuem um núcleo, com energia que interferem nos elementos orbitais.

Assim sendo, vamos agora imaginar uma célula. Ela é viva e trabalha para a manutenção de um organismo, mesmo não tendo a consciência da sua atividade. Tudo o que a célula faz, tem um reflexo instantâneo para o organismo a qual ela pertence.

No caso de uma célula sadia, o seu trabalho é retribuído com a saúde do organismo, com uma boa condição de vida. Portanto, ao se tratar de células doentias, o organismo deixa de ter um desempenho sadio, não podendo corresponder de forma positiva para a vida das células.

Este fenômeno forma um ciclo, que faz parte da Lei Ação e Reação, ou seja, um se relaciona com o outro, sendo que quem pratica a ação, conseqüentemente receberá uma reação.

Pelo fato dos seres humanos e celestiais possuírem consciência de seus atos, podemos dizer que a reação é previsível, já que a cada ação gera proporcionalmente uma reação de mesma freqüência.

Este é o grande enigma! Temos que agir nobremente para gerarmos reações nobres, que melhorem nossas vidas e nos impulsionem para fora do Vale da Morte.

Quando eu comentei a respeito do Vale da Morte, disse ele é constituído por três elementos: o Nascer, o Viver e o Morrer. Isto indica, que o Vale da Morte nada mais é do que um organismo vivo macro, e que a sua saúde depende dos organismos vivos micro, no qual tanto os serres celestiais quanto os terráqueos estão incluídos.

No dia-a-dia, ao agirmos como uma célula saudável e colaborarmos para o bem do organismo macro, automaticamente será gerada uma uma reação benéfica do macro em relação ao micro, o qual nós fazemos parte. Isto explica muita coisa que ocorre em nossas vidas, tanto em relação aos sentimentos, como também na vida material.

Cada AÇÃO gera uma REAÇÃO. Estamos inclusos na Lei de causa e efeito.
Agora, cuidado! Quem planta vento, colhe ventania.

2 comentários:

Anônimo disse...

Persona Rocha.

Você que me dá forças para o Treinamento do Valente.
Você que me dá forças para trilhar o caminho do bem.

Continue forte como um rochedo, que continuarei com minha meditação. Agindo dessa forma, acho que algum dia, apesar de ser um mero mortal, estarei mais próximo de DEUS.

fabiovalinhos
7355

Persona Rocha disse...

Acho? Acho não, com certeza irmão.

Mesmo sendo um mero mortal, você pode fortalecer sua fé e caminhar em direção à DEUS.

ORAÇÃO do GUERREIRO:

Guerreiro, que nada te derrube.

Não entregues teu poder,
Não te dobres,
Não te queixes,
Não te lamentes.

Atua com grandeza,
Não te deixes vencer pela culpa,
Não te deixes vencer pela tristeza ou pelo abandono.

Guerreiro és, e postura de Guerreiro hás de ter.

Coluna reta, Guerreiro,
Olhar limpo,
Calma em tua face,
Que ninguém saiba de tuas dúvidas,
Que ninguém saiba de tuas fraquezas.

Guerreiro hás de lutar até a morte, pelo que acreditas,
Pelo que sonhas,
Pelo que amas.

Só poderás descansar nos braços de tua amada.

Só poderás chorar frente às estrelas.

Guerreiro, elegeste o caminho mais difícil,
O mais forte,
O mais digno de um homem.

O caminho dos homens íntegros
Que nada temem,
Que olham nos olhos.

O caminho dos homens alegres,
O caminho dos Guerreiros.


Paz e Bem!