quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Fora do ar

Somente após o Planeta Azul dar 35 voltas ao redor da Estrela Solar, e eu já ter avançado um pouco em minha missão por aqui, é que consegui perceber uma característica bizarra no comportamento dos terráqueos.

Há uma distância grande entre o que dizem ser o ideal e a forma como se comportam. Apesar de grande parte da humanidade possuir um ideal em comum, composto de discernimento entre certo/errado e bem/mal, as atitudes terrenas cotidianas não possuem este padrão.

Talvez este padrão ideal esteja circulando na orbe como se fosse um “macrocosmo”, que possui a fantástica força de regular comportamentos humanos, a fim de não deixar que tudo se transforme em puro caos. A este fato, poderíamos chamar de senso-comum.

Os terráqueos possuem também, em sua consciência, algo similar ao "macrocosmo", porém infinitamente menor. Chamaremos isto de “microcosmo”, é como se fosse um universo pessoal, uma cosmologia secreta e individual, repleta de segredos e pensamentos obscuros. Um universo totalmente inviolável.

Da mesma forma que o “macrocosmo” é diretamente proporcional ao ideal padrão, o “microcosmo” é proporcional às atitudes.

Vez ou outra, alguém se desconfigura e acaba virando notícia. Quando isto acontece é sinal de que o "microcosmo" acabou sendo mais forte que o "macrocosmo", algo ficou desregulado e, para continuar a harmonia, há a necessidade de correção ou conserto. Nestes casos poderá até ocorrer a reclusão do desconfigurado.

Apesar desta relação entre "macrocosmo" e "microcosmo" ser um pouco complicada, durante a minha permanência por aqui, farei o máximo para intermediar da melhor forma possível esta dicotomia existencial, sempre aproveitando o melhor que existe nos dois contextos.

No exato momento, encontro-me em uma fase totalmente "microcósmica". Isolarei- me de toda relação social possível. Ficarei somente em minha morada material, não atenderei a campainha, tirarei o telefone da tomada, desligarei todos os eletrodomésticos da energia elétrica, jogarei o relógio fora, escutarei o silêncio, respirarei profundamente, comerei apenas frutos frescos, tomarei apenas água, abrirei todas as janelas para sentir a leveza do ar, observarei melhor as flores, soltarei a voz somente para cantar e verei o Sol passar durante o dia até a Lua nascer.

A cada segundo, apenas procurarei contemplar o meu ser.

É ótimo ficar fora do ar. É como se eu reiniciasse a máquina da consciência, fazendo com que ela voltasse renovada, com menos chance de travar um conflito entre o macro e o microcosmo.

Sempre que posso, procuro dar um reset, no intuito de não desconfigurar-me.

9 comentários:

suicidetha disse...

professorr Luiz gostei de algumas das suas fritaçoes diarias...

Isa Campos disse...

oi professor
como eu vi em um filme:
"em vida a ostentação faz que nós sejamos algo que não somos, na morte somos livres para sermos o que quisermos"

Helô disse...

Criei meu blog,não está lá aquelas coisas,mas... rs

Persona Rocha disse...

Suicidetha,

Deve estar havendo alguma confusão. O Professor Luiz não faz parte da Missão Planeta Azul, alías nem ao menos sei que é ele. Todas as fritações foram retiradas do meu diário de bordo, portanto de autoria minha, Persona Rocha.

De qualquer forma, mesmo havendo essa confusão entre a minha pessoa e a do Professor Luiz, fico muito feliz em saber que você gostou de algumas postagens.

Muito obrigado.

Paz e Bem!

Persona Rocha

Persona Rocha disse...

Querida Isa Campos,

Percebi que houve a mesma comfusão com você! Como disse para a Suicidetha, eu nem conheço esse tal de Professor Luiz. Terei que encontrá-lo em algum lugar do astral e verificar o que ocorre, afinal de contas, isto não pode ficar acontecendo.

De qualquer forma, guardarei a citação que me enviou, pois tenho certeza de que em algum momento da minha existência, sérá útil para mim.

Obrigado pela atenção.

Paz e Bem!

Persona Rocha

Persona Rocha disse...

Grande Helô,

Aguarde. Farei uma visita cósmica em seu blog.

Paz e Bem!

Persona Rocha

Isa Campos disse...

oie persona
confusão minha!
fui induzida a erro!!
gostei mto do seu diário!

suicidetha disse...

então tááááá Persona Rochaa!
aparece no meu!
beijos
Thaís Rawn;

Helô disse...

Aguardo sua visita então!

Caminho

"Meu destino depende de mim, não de Deus. Os estrategistas não acreditam em predestinação, ensinam pessoas a examinar suas situações e ...